PROGRAM | PROGRAMA

 4ª feira, 20 de abril 

08h30-09h00 | Receção | Reception

09h00 | SESSÃO DE ABERTURA| Opening Session | Anfiteatro Nobre

10h00-11h00 | SESSÕES SIMULTÂNEAS | Parallel Sessions

Secção 1 – Arquiteturas Militares | Anfiteatro Nobre

Moderador – Mário Barroca

ABERTURA | Manuel Retuerce Velasco (Universidad Complutense de Madrid) ― Los sistemas de fortificación en la corona de castilla.

Secção 2 – Espaços Sacros | Anfiteatro 2

Moderador – Lúcia Rosas

ABERTURA | Eduardo Carrero Santamaría (Universitat Autònoma de Barcelona) ― Liturgia, Reyes y Catedrales. Sobre una arquitectura concebida para un reino o vestir la Iglesia para exaltar a um monarca.

Secção 3 – Gestão do Património | Sala 203

Moderador – Maria Leonor Botelho

ABERTURA | Dominique Crozat (Université Paul Valéry Montpellier) ― A quoi sert le patrimoine? Patrimoine et developpement territorial | what is heritage really about? Natural and cultural heritage vs territorial communities development.

Secção 4 – Imagens e contextos | Sala de Reuniões 2

Moderador – Maria de Jesus Sanches

ABERTURA | António Martinho do Carmo Baptista (Parque Arqueológico do Vale do Côa e do Museu do Côa) ― A arte do Côa e o espírito do lugar – tradição e modernidade.

11h00-11h15 | Pausa para café | Coffee break

11h15-13h00 | SESSÕES SIMULTÂNEAS | Parallel Sessions

Secção 1 – Arquiteturas Militares | Anfiteatro Nobre

Moderador – Manuel Retuerce Velasco

Andrés Menéndez Blanco | David González Álvarez | José Manuel Costa-García |João Fonte | Manuel Gago Mariño | Valentín Álvarez Martínez ― Tras las huellas del ejército romano: una propuesta metodológica para la detección de asentamientos militares romanos en el noroeste peninsular.

Ángel Antonio Jordán Lorenzo | Iosu Barragán Cidriain ― De ciuitas a espacio de frontera. El amurallamiento de las ciudades en el área noroccidental del conventus Caesaraugustanus entre los siglos III-X d.C. El ejemplo de El Pueyo (Los Bañales, Uncastillo, Zgz.).

João Fonte | Maria João Correia Santos | José Manuel Costa-García | Catarina Isabel Gaspar | Hugo Pires ― Castra Oresbi: um assentamento militar romano na Serra do Marão?

Andrea Mariani ― Elementi difensivi lungo il confine nord della diocesi di Porto fra IX e XII secolo: primi risultati.

Secção 2 – Espaços Sacros | Anfiteatro 2

Moderador – Nuno Resende

Tamanna Ahmed ― ViharaArchitecture: Defining the existential foothold of VIII century Budhist monastery ‘Somapura Mahavihara’ through Archaeology of disappearance.

Estefanía López Salas ― A graphical study of the evolution of a sacred space: St. Julian´s Monastery at Samos.

Jelena Pavlicic ― Nomen est omen or a testimony potential of place: Church of the Holy Virgin of Ljevisa in Prizren.

Secção 3 – Gestão do Património | Sala 203

Moderador – Paula Menino Homem

Rodrigo Christofoletti ― De engenho fortaleza a monumento nacional brasileiro – a trajetória das Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos, um patrimônio entre a preservação e a memória.

Filipe Gomes | Iva Botelho ― A Mãe d’Agua de Mijavelhas. Do Princípio da Conservação pelo Registo Científico.

Lisandra Ângela Franco de Mendonça ― A génese da salvaguarda do património edificado na cidade de Maputo.

Maria Luzia de Miranda Pinto da Silva ― Os Canais Setecentistas do Rio Este, Vila Nova de Famalicão. Singularidades de um Sistema Histórico de Gestão Sustentada da Água.

Secção 4 – Imagens e contextos | Sala de Reuniões 2

Moderador – Ana Cristina Sousa

Maria de Jesus Sanches ― Lugares com arte rupestre de tradição esquemática no NW da Península Ibérica. Possibilidades e limites na sua interpretação em contextos de povoamento.

Lúcia Rosas ― Passio Christofori: iconografia de S. Cristóvão na igreja de Rio Mau.

Diana Rafaela Martins Pereira ― A lenda das Sete Senhoras. Contributo para o estudo da imaginária de vestir em Bragança – Miranda.

Florbela Maria Beco Estêvão Oliveira Jorge ― Nudez de imagens religiosas: algumas reflexões e um exemplo.

Carme López Calderón ― La integración de la emblemática mariana en el contexto sacro português de la Edad Moderna.

13h00-14h30 | Pausa para almoço | Lunch break

Cerimónia de atribuição do nome Professor Doutor Carlos Alberto Ferreira de Almeida à sala do DCTP.

14h30-16h00 | SESSÕES SIMULTÂNEAS | Parallel Sessions

Secção 1 – Arquiteturas Militares | Anfiteatro Nobre

Moderador – Mário Barroca

António Manuel de Carvalho Lima ― Castelos, villae e territórios: a terra de Bayam no século XI.

Nuno Villamariz Oliveira ― Toponímia e arquitetura das ordens militares em Portugal: a memória do oriente latino.

Ana Maria da Costa Oliveira ― O castelo de Outeiro na fronteira bragançana.

João Nisa| Tânia Falcão ― O cubo artilheiro da barbacã do castelo de Freixo de Espada à Cinta no contexto da arquitetura de transição da raia transmontana em finais do século XV.

Secção 2 – Espaços Sacros | Anfiteatro 2

Moderador – Lúcia Rosas

Luís Duarte Ferro ― Lugares sagrados: as Cubas da Kûra de Beja.

Maria Pilar Molina Torres ― Las creencias femeninas y sus espacios de culto en Lusitania romana.

Cláudia Gonçalves Lopes Cunha ― Ermida do Paiva: arquitetura e implantação monástica na serra de Montemuro.

Marta Miriam Ramos Dias ― Os cinco sentidos na liturgia cristã do Ocidente Medieval.

Cátia Raquel de Sousa Oliveira ― A problemática do espaço devocional no lugar de S. Pedro da Afurada.

Secção 3 – Gestão do Património | Sala 203

Moderador – Teresa Cunha Ferreira

Carla Sofia Ferreira Queirós ― Lamego: do génio do lugar ao génio dos homens. Uma visão paradoxal entre a modernização urbanista e a destruição patrimonial.

Begoña Fernández Rodríguez ― Presente, pasado y futuro en la gestión patrimonial: el caso del conjunto histórico de Baiona.

Darlan De Mamann Marchi ― Nove décadas de políticas de patrimônio em São Miguel das Missões no Brasil: as distintas fases do patrimônio, as transformações e os desafios.

Larissa Cesar Melo ― Resiliência urbana nos conjuntos habitacionais modernos.

Secção 4 – Imagens e contextos | Sala de Reuniões 2

Moderador – Maria Leonor Barbosa Soares

Vítor Oliveira Jorge ― Voltando à problemática da imagem.

Hugo Barreira ― Do registo à expressão: o Douro nas imagens em movimento em Manoel de Oliveira.

Alexandra Gago da Câmara | Celso Mangucci | Maria Teresa Canhoto Verão ― Ao serviço da história: três hagiografias em azulejos para legitimação da Dinastia de Bragança.

Luís Urbano ― Um Atlântico cativo.

16h00-16h30 | Pausa para café | Coffee break

16h30-18h30 | SESSÕES SIMULTÂNEAS | Parallel Sessions

Secção 1 – Arquiteturas Militares | Anfiteatro Nobre

Moderador – Andreia Arezes

Mário Barroca ― O «Livro das Fortalezas» de Duarte de Armas. Contributo para uma análise comparativa dos manuscritos de Lisboa e de Madrid.

Tiago Pinheiro Ramos ― Nem só com castelos se defendeu a fronteira. Atalaias e povoados fortificados na margem esquerda do Alto Côa.

António José de Oliveira ― O Castelo de Guimarães nos séculos XVII e XVIII.

Ana Catarina Gonçalves Lopes | Jorge Manuel Simão Alves Correia ― Das fortificações portuguesas em Mascate: análise morfológica e territorial.

Secção 2 – Espaços Sacros | Anfiteatro 2

Moderador – Lúcia Rosas

Marta Oliveira ― Modelo, medida, escala, proporção: arquitetónica por geometria e por analogia. Contribuição para uma metodologia de estudo de modelos de igrejas portuguesas medievais e do início da época moderna.

Manuel Joaquim Moreira da Rocha ― Arquiteturas da via crucis no espaço urbano – cenários de ritualização e de sacralização.

Paula Pinto Costa | Joana Lencart ― Os oragos das igrejas das Ordens Religioso-Militares segundo as Inquirições Régias do século XIII.

Marta Garcia Carbonero ― National remembrance on foreign ground: the memorial landscapes of World War I cemiteries.

Secção 3 – Gestão do Património | Sala 203

Moderador – Pedro Borges de Araújo

Manuela Pinto ― A gestão da memória da Universidade: da complexidade institucional à integridade sistémica.

Graça Alexandra Pinho Silva | Paula Menino Homem| Susana Medina, ― A gestão do património industrial e técnico e o caso da Electro-Cerâmica, do Candal. Recuperando o espírito e preservando o significado, valorizando memórias e sentimentos de identidade.

Eduarda Vieira | Pedro Castro ― Práticas de manutenção e conservação do património integrado no arciprestado de Bragança-Miranda. Estudo da ação das zeladoras e comissões fabriqueiras.

António Gonçalves | Mariana Jacob Teixeira | Paula Menino Homem ― Marcas no território de uma gestão patrimonial devotada ao povo famalicense; o legado de Arthur Cupertino de Miranda e o significado da sua fundação.

Secção 4 – Imagens e contextos | Sala de Reuniões CITCEM

Moderador – Maria Inês Afonso Lopes

Barbara Baert ― Locus amoenus and the sleeping nymph. Ekphrasis, silence and genius loci.

Patrícia Ferreira Moreno Christofoletti ― Olhares mutantes: Hélio Oiticica, imagens em movimento e espaços expositivos (1980-2000).

Suianni Cordeiro Macedo ― Lugar, paisagem e espaço em contexto na fotografia contemporânea.

José Manuel García Iglesias ― La universidad y sus vitores. El caso de Santiago de Compostela.

Júlio Mendes Rodrigo ― Sancta Viscera Tua na Igreja de Santa Clara: uma leitura do Templo enquanto Imago Mundi e reprodução terrestre de um modelo transcendente.


 

5ª feira, 21 de ABRIL

09h00-10h45 | SESSÕES SIMULTÂNEAS | Parallel Sessions

Secção 1 – Arquiteturas Militares | Anfiteatro Nobre

Moderador – Manuel Joaquim Moreira da Rocha

Joaquim Manuel Rodrigues dos Santos ― Aqui nasceu Portugal – da sublimação do castelo de Guimarães à sua conversão em arquétipo cultural do castelo português.

Anna Ancane ― Transformations of Riga’s fortification system in the 17th century as a local manifestation of well-ordered fortress.

Cristina Andreia D. C. N. Próspero dos Santos ― Fortificações da Foz do Tejo.

Margarida Tavares da Conceição ― Os manuais de castrametação e a aprendizagem do desenho urbano no contexto da engenharia militar portuguesa da época moderna.

Rebeca Blanco-Rotea ― Entre tierra y piedra. Tipología de fortificaciones de época moderna en la Raia Húmida.

Secção 2 – Espaços Sacros | Sala de Reuniões 1

Moderador – Ana E. Goy Diz

Amândio J.M. Barros ― O navio como espaço do sagrado, séculos XVI e XVII.

Diana Duo Rámila ― El papel de las reliquias en la metáfora de los espacios sagrados. Análises de relicarios de Galicia.

Eduarda Vieira |Helena Pires | José Ferrão Afonso ― O edifício do Seminário dos Missionários Apostólicos de Vinhais, espaço sacro como elemento identitário no contexto histórico da vila de Vinhais.

Inês Maria Melo Gato de Pinho ― Genius Loci Vs Modo Nostro. A influência do espírito do lugar na fundação dos colégios jesuítas na província lusitana.

Frederico Garcia Lammers | Jessica Garcia Fritz ― Origins from wind cave: sacred spaces as contested territory.

Secção 5 – Mundos de Transição | Sala de Reuniões 2

Moderador – Sérgio Monteiro-Rodrigues

ABERTURA | Carlos Fabião (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa) ― Indígenas vs romanos e romanos vs bárbaros: conceitos, periodizações e suas consequências ou como tornar os processos de transformação e mudança em objeto de estudo.

Maria Leonor Botelho ― Romane VS Romanesque. A invenção de uma nomenclatura.

Andreia Arezes ― Conceções mentais e práticas funerárias dos séculos V a VIII: entre a perpetuação de arquétipos e a abertura a novos influxos.

Secção 6 – Vernacular: expressões e representações| Sala 203

Moderador – Teresa Soeiro

ABERTURA | Paulo Ferreira da Costa (Museu Nacional de Etnologia)―Património Imaterial: entre a emblematização e a produção de conhecimento.

Pedro Borges de Araújo ― Uma problemática para a arquitetura vernacular.

Desidério Batista | Miguel Reimão Costa ― Uma aproximação ao estudo integrado da Arquitetura e da paisagem em áreas de montanha no contexto do Mediterrâneo Ocidental.

10h45-11h15 | Pausa para café | Coffee break

11h15-13h00 | SESSÕES SIMULTÂNEAS | Parallel Sessions

Secção 2 – Espaços Sacros | Sala de Reuniões 1

Moderador – Marta Miriam Dias Costa

Maria João Fontes Pereira Coutinho ― Fronteiras entre o sagrado e o profano: os portais religiosos da Lisboa dos séculos XVII e XVIII.

Eva Sofia Trindade Dias ― Dignificar o lugar, perpetuar a memória: os beneditinos na continuidade de representação de um culto.

Paula Cardona ― A pintura dos tetos das igrejas do Alto Minho nos séculos XVII a XVIII.

Vera Mariz ― De espaços sagrados a «verdadeiros cancros». As igrejas e conventos de Velha Goa no século XIX.

Secção 3 – Gestão do Património | Sala 203

Moderador – Maria Leonor Botelho

Ana Rita Albuquerque Oliveira ― Património Mundial e práticas participativas: os estudos de casos do Porto e Bordéus.

Ana María Sosa González ― Un nuevo patrimonio en la Lista del Patrimonio Mundial: El paisaje cultural industrial fray bentos en Uruguay. Principios fundamentales del Plan de Gestión.

Alexandre Manuel Ribeiro Matos | Juliana Rodrigues Alves ― Processo de normatização de procedimentos: estudo em três museus da cidade de São Paulo.

Maria José Santos | Teresa Soeiro ― Museu Municipal de Penafiel: meio século em defesa de um projeto cultural.

Laura Cristina Peixoto de Sousa ― Arqueologia, Património e Memória na «Regeneração Urbana de Penafiel»: o arqueossítio da Capela de São Bartolomeu.

Secção 4 – Imagens e contextos | Sala de Reuniões 2

Moderador – Gabriela Benner

Eamonn Canniffe ― Imago urbis: Rome’s recurring dream.

Zeynep Aktüre ― From ionic to modern processions: Ephesos as ritual space.

Paolo Marcoaldi ― L’Ascesi e il Gioco.

Alessandro Dalla Caneva ― Jan Frederik Staal in Amsterdam. The design of the Opera House in the Museumplein. The site and the design.

Secção 6 – Vernacular: expressões e representações| Anfiteatro Nobre

Moderador – Celso Francisco dos Santos

Francisco Manuel Portugal e Gomes ― Dimensão ética nos objetivos do inquérito à arquitectura regional portuguesa.

António Manuel Pinto Coxito | João Gabriel Candeias Dias Soares | Luís Duarte Ferro ― Caminho, corpus loci e matéria. Uma visão peripatética sobre a construção do mundo.

Eric Firley | Julie Gimbal ― Cultural identity and shared memory: A comparison of Superkilen and Piazza d’Italia as case-studies of contemporary «Place»-making.

Elena Kashina ― Sculpture of Oslo City Council: articulating a vision of life and the self.

Tonguç Akis ― Tracing the rural in exhibition spaces of Izmir, Turkey: Tire, Ödemis and Bergama Museums.

13h00-14h30 | Pausa para almoço | Lunch break

14h30-16h00 | SESSÕES SIMULTÂNEAS | Parallel Sessions

Secção 2 – Espaços Sacros | Sala de Reuniões 1

Moderador – Paula Cardona

Sofia Nunes Vechina ― Transformações do Espaço Sacro. A aplicabilidade e interpretação das normativas conciliares, de Trento a Vaticano II, em igrejas da extinta Comarca da Feira.

Ana Cláudia Lopes Marques ― O Genius Loci no Sacro-Monte de Santa Luzia (Viana do Castelo).

Raquel Brambilla ― Cemitério: museu a céu aberto. Um novo olhar ao campo santo. Proposta de musealização do cemitério luterano de Blumenau- Santa Catarina/Brasil.

José Ferrão Afonso | Sílvia Cristina Teixeira Ramos ― A arquitetura religiosa do Noroeste na segunda metade do século XVI em debate: tempo, forma e proporção.

Secção 3 – Gestão do Património | Sala 203

Moderador – Teresa Cunha Ferreira

Natália Maria da Costa Jorge ― Organização e estruturação da informação na gestão do património religioso: proposta terminológica.

Miguel Jorge Biscaia Ferreira Tomé ― Arquitetura medieval em mostra: conhecer, comunicar, transformar.

Davide Miguel Guimarães Malheiro ― Passado e presente nas envolventes ao Românico Português.

Ana Rute Lourenço Morais | Carla Andreia Galvão de Carvalho ― Porto (in)visível: redescobrir os antigos mananciais.

Secção 4 – Imagens e contextos | Sala de Reuniões 2

Moderador – Maria Leonor Barbosa Soares

Rui Morais ― As reproduções de obras de Canova e Thorvaldsen em gesso patinado e terracota do Museu Nacional Soares dos Reis.

Zeynep Aktüre ― Construction and demolition of the monument of humanity in Kars, Turkey: local, national and international dynamic.

Duško Kuzovic | Farhan Abdullah Ali ― Genius Loci through parametric era, does it exist? A phenomenological approach to analyse the contemporary architectural discourse.

Natalia Solano Meza ― Architecture forms and deforme sense of place. The case of the National Theatre and the Museums of the Banco Central de Costa Rica.

Secção 5 – Mundos de Transição | Anfiteatro Nobre

Moderador – Maria de Jesus Sanches

César Leandro Pereira Guedes ― As sepulturas escavadas na rocha e as leituras possíveis de um território a sul do Douro.

Daniela Filipa de Freitas Ferreira ― O contributo da epigrafia para o entendimento das manifestações religiosas indígenas no contexto de ocupação romana da Beira Interior portuguesa: aculturação e sincretismo.

Tiago Filipe Trindade Cruz ― A arquitetura no «Largo Tempo do Manuelino» – Síntese pragmática e eficiente.

Virgílio António Martins Lopes ― A topografia histórica de Mértola na Antiguidade Tardia.

16h00-16h30 | Pausa para café | Coffee break

16h30-18h30 | SESSÕES SIMULTÂNEAS | Parallel Sessions

Secção 2 – Espaços Sacros | Sala de Reuniões 1

Moderador – Mário Cunha

Giada Cerri ― Sacred site and museum of itself. Florence and Rio de Janeiro, two case studies.

Elena Kashina ― ‘Save and Preserve’: Imperial ecclesiastical foundations in Crimea at the turn of the 20th century.

Eva Weyns ― From meadow to consecrated ground: the formation of suburban parishes in post-war Belgium, 1945-1975.

Renato Alonso Ampuero Rodriguez ― O conjunto religioso de Coporaque: arquitetura para o culto.

Agnès Le Gac | Isabel Dias Costa | Maria João Dias Costa | Paulo Oliveira ― Transformações na «capelinha do Reverendíssimo» no Mosteiro de São Martinho de Tibães, casa-mãe da ordem beneditina.

Secção 3 – Gestão do Património | Sala 203

Moderador – Alice Lucas Semedo

Breno Albuquerque Brandão Borges ― O patrimônio ferroviário brasileiro e a avaliação de sua autenticidade.

Teresa Maria Queiroz Veiga e Mendes ― Património do Cineclube do Porto: tratar, gerir e valorizar o seu acervo.

Carla Marques Ribeiro ― Jardins históricos: conceptualidade e enquadramento jurídico para a sua gestão e valorização.

Liliana Aguiar | Alice Lucas Semedo ― Ver, tocar e sentir a Maia: Um projeto de mediação patrimonial no Museu de História e Etnologia da Terra da Maia.

Secção 4 – Imagens e contextos | Sala de Reuniões 2

Moderador – Lúcia Rosas

Ana Cristina Sousa ― Ecce Agnus Dei – o relicário da porta do sacrário da igreja paroquial de Sabrosa.

Ana Pérez Varela ― La cripta de la catedral de Santiago de Compostela y la urna de los restos del Apóstol: el núcleo sagrado de la basílica jacobea (Espacios sacros/Imágenes y contextos).

Gabriela Chasdeiah Benner ― La transformación de la iconografía de los animales del presepio en la edad media.

Carlos Carvalho da Fonte ― O homem, a vila, Portugal e o mundo: semântica primitiva da empresa manuelina.

Secção 5 – Mundos de Transição | Anfiteatro Nobre

Moderador – Rui Morais

António Manuel S. P. Silva | João Paulo Barbosa | María Rosa Pina-Burón | Rui Morais | Roger Prieto de la Torre ― Cerâmica romana importada na foz do Douro: uma escavação arqueológica no Castelo de Gaia (V. N. Gaia, Norte de Portugal).

Ekaterina Bykova ― Lake Svetloyar: in search of the unvisible city (grad) of Kitezh.

Ana E. Goy Diz ― Arquitecturas para la experimentación en un mundo de transición: Entre el tardogótico versus renacimiento en Galicia y en el norte de Portugal, frente al clasicismo o el estilo Chao.

Maria Inês Afonso Lopes ― A devoção às almas em Portugal. Perspetiva antropológica.


 

6ª feira, 22 de ABRIL

09h00p-10h45 | SESSÕES SIMULTÂNEAS | Parallel Sessions

Secção 2 – Espaços Sacros | Sala de Reuniões 1

Moderador – Rui Morais

Paula Virgínia de Azevedo Bessa ― A capela de Nossa Senhora da Conceição da Gomeira: genius loci?

Mário Raúl de Sousa Cunha ― O espaço eclesial como local de sepultura. As visitações quinhentistas às igrejas e ermidas da Ordem de Santiago.

Sílvia Maria Cabrita Nogueira Amaral da Silva Ferreira ― Os altares de talha deslocados: metamorfoses e conversões de sentido.

Paulo Oliveira ― Arte e simbólica nos Mosteiros de S. Bento.

Raimundo Aterlane Pereira Martins ― O cemitério e as Santas Almas da barragem: lugar de culto às memórias do Campo de Concentração de Patu (1932-1982).

Secção 3 – Gestão do Património | Sala 203

Moderador – Carla Sofia Ferreira Queirós

Leonor Rocha ― Património arqueológico no concelho de Mora: um exemplo de gestão.

Ana Rita Marques Marinho Hierro Lopes ― Tendências de classificação do património classificado: 2000 a 2014.

Gertrudes Branco | Leonor Rocha ― A salvaguarda e gestão do património num mundo em mudança.

Rui Macário Ribeiro ― Património classificado versus património percepcionado? Considerações resultantes da implementação de um modelo de paisagem mental patrimonial, através de um projeto colaborativo de incidência participativa.

Ana Beatriz Mascarenhas Pereira | Maria Letícia Silva Ticle ― Planejamento urbano e proteção do patrimônio cultural: um olhar para o conjunto urbano Santa Tereza, Belo Horizonte.

Secção 4 – Imagens e contextos | Sala de Reuniões 2

Moderador – Ana Cristina Sousa

Rui Morais ― As reproduções de esculturas da antiguidade em gesso patinado e terracota do Museu Nacional Soares dos Reis.

André Guilherme Dornelles Dangelo | Rita de Cássia Cavalcante ― Os pintores e a pintura ilusionista na transição do século XVIII e XIX na região do Campo das Vertentes.

Mónica Messias Silva ― O discurso sobre a arte da pintura em Portugal no fim do século XVII.

José Manuel B. López Vázquez ― La plasmación de la idea del sacerdote perfecto en un programa contrarreformista de la catedral de Tui.

Secção 7 – Vias, Paisagem e Território | Anfiteatro Nobre

Moderador – Nuno Resende

ABERTURA | Laura Castro (Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa | Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes) ― Os caminhos de longe e de perto.

Nuno Resende ― Imagens a caminho: a fotografia enquanto fonte para o estudo das vias na cidade do Porto, Portugal.

Jackelina Pinheiro Meira Kern ― Remeiros do São Francisco: expansão, comércio e costumes nos caminhos do rio.

10h45-11h15 | Pausa para café | Coffee break

11h15-13h00 | SESSÕES SIMULTÂNEAS | Parallel Sessions

Secção 3 – Gestão do Património | Sala 203

Moderador – Alice Duarte

Archimedes Ribas Amazonas | Alice Duarte ― O programa pontos de memória.

Teresa Cunha Ferreira ― Plano de manutenção dos monumentos da Rota do Românico – conceito, metodologia, aplicação.

Ana Patrícia Rodrigues Alho ― O restauro ao subsistema hidráulico superior nas catedrais de Lisboa, Guarda e Iglesia de Santa Maria del Mar.

João Pedro Terras | Miguel Tomé ― «Huma Devota Humildade» – O caso das ruínas do Mosteiro de São Francisco do Monte Viana do Castelo.

Secção 5 – Mundos de Transição | Sala de Reuniões 2

Moderador – Andreia Arezes

Isabel Maria Fernandes ― Paço dos Duques de Bragança: memórias de um lugar.

Shiva Shadravan ― Exploring sense of place in the transforming built-environment, the case Study of Karim Khan -e- Zand street in Shiraz/Iran.

Fernando Pontes | Jorge Pópulo | Margarida Silva | Sónia Braga | Susana Medina ― Faculdade Técnica da Universidade do Porto (1915-1926): documentar ruturas e continuidades no ensino superior técnico.

António Manuel S. P. Silva | Joaquim António Gonçalves Guimarães | Laura Cristina Peixoto de Sousa | Pedro Abrunhosa Pereira | Paulo André Lemos ― Arqueologia no Castelo de Crestuma, V. N. Gaia (2010-2015): novos olhares sobre um lugar e um tempo de mudança.

Secção 6 – Vernacular: expressões e representações| Sala de Reuniões 1

Moderador – Teresa Soeiro

Jaime Magén Pardo ― Memory and matter of the place: the works of Miguel Fisac in the Pyrenees.

Gertrudes Branco ― As expressões de arquitetura vernacular em contexto de avaliação de impacte ambiental.

Ana Dolores Leal Anileiro ― A casa rural em Penafiel, entre meio de produção agrícola e espaço ritualizado.

Maria Helena Parrão Bernardo ― O aro rural de Arrifana de Sousa/Penafiel na época moderna: as casas de lavoura segundo a documentação coeva.

Ana Costa Rosado | Miguel Reimão Costa | Virgílio Lopes | Maria de Fátima Palma | Cláudia Torres | Susana Gómez Martinez ― O território, a história e o espírito do lugar: o exemplo de Mértola no contexto da arquitetura vernacular do Sul de Portugal.

Secção 7 – Vias, Paisagem e Território | Anfiteatro Nobre

Moderador – Hugo Barreira

Maria Letícia Silva Ticle ― Espacialidades da Boemia em Santa Tereza.

Desidério Batista ― As azinhagas e a paisagem de Lisboa – do passado para o futuro.

Juliane Rückert ― Water on the roads in Jacob van Ruisdael’s landscape painting.

Andrea Mariani | Marco Brivio ― La viabilità antica nella zona dei laghi lombardi.

13h00-14h30 | Pausa para almoço | Lunch break

14h30-16h00 | SESSÕES SIMULTÂNEAS | Parallel Sessions

Secção 4 – Imagens e contextos | Sala de Reuniões 2

Moderador – Maria Inês Afonso Lopes

Catarina Fernandes Barreira | Luís Miguel Rêpas ― Um ritual de ungir e enterrar do Mosteiro de Alcobaça, descoberto em Sta. Maria de Salzedas. Percursos possíveis de um manuscrito iluminado.

Ana Paula Rodrigues Figueiredo | Cibelly Alessandra Rodrigues Figueiredo | Cybelle Salvador Miranda ― Hospital D. Luiz I da Benemérita Sociedade Portuguesa Beneficente do Pará como suporte identitário da comunidade de imigrantes lusos no norte do Brasil.

Juan M. Monterroso Montero ― «Dalinizar». La Autorreferenciación y la apropiación como instrumentos creativos en Los Caprichos de Dalí.

Alice Nogueira Alves | Vera Mariz ― O Padrão dos Descobrimentos como «Imagem de Marca» do Estado Novo.

Secção 5 – Mundos de Transição | Sala de Reuniões 1

Moderador – Maria Leonor Barbosa Soares

Pedro José Fontes Pereira Nogueira ― A máquina no jardim: o legado da industrialização nas paisagens de amenidade do noroeste português (1865-1938).

Vera Lúcia da Silva Braga Penetra Gonçalves ― Progredior: o Palácio de Cristal Portuense.

Ricardo Jorge dos Reis Mendonça ― Os museus de gessos como expressão multifacetada da vivência patrimonial no século XIX.

Franko Coric ― Approach of the stakeholders to the specific segments of heritage.

Secção 7 – Vias, Paisagem e Território | Anfiteatro Nobre

Moderador – Nuno Resende

Carla Fernández Martínez ― The visual building of the landscape. Urban iconography, memory and identity.

Rebeca Blanco-Rotea ― Interpretando un paisaje fortificado tranfronterizo. El modelo teórico del paisaje defensivo del Baixo Minho – Vale do Minho.

Natália Fauvrelle| Alice Lucas Semedo ― De território a paisagem: o que é ‘paisagem’?

Iva João da Silva Teles Morais Botelho | Luís Filipe Coutinho Gomes ― De chafariz a arca de Mijavelhas. Firmitas, utilitas et venustas numa intervenção na berma de um caminho à distância a cavalo da cidade.

André Luís Cordeiro da Costa ― O papel dos edifícios icónicos na conformação da cidade contemporânea.

Apresentação de pósters| Sala 203

David Fernández Abella ― Castros o castillos: problemas metodológicos y de identificación de fortificaciones medievales en Galicia.

José António Salazar Ribeiro ― Filipe Tércio: fortificação de parte da costa desde o Cabo de S. Vicente até à Galiza (1577-1597).

Marta Frade ― A reserva escultórica da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa.

Sara Raquel Queirós Pinto ― Centro Histórico do Porto (WH) e comunidade anfitriã: inquéritos exploratórios e análise de resultados.

Ana Patrícia Gonçalves | Andréa Diogo | Joana Duarte | Marisa Santos ― Tradição sineira: entre o tangível e o intangível.

Catarina Sousa Couto Soares ― Escritos e imagens: o processo de construção de memórias do Museu de Etnografia e História da Província do Douro Litoral.

Joana Maria Ferreira Ramos | Paula Menino Homem ― Gestão da emergência em contexto patrimonial e museológico: virtudes de equipas multi, integradoras das comunidades.

16h00-16h30 | Pausa para café | Coffee break

16h30-18h30 | SESSÕES SIMULTÂNEAS | Parallel Sessions

Secção 4 – Imagens e contextos | Sala de Reuniões 2

Moderador – Celso Francisco dos Santos

Roser Calaf Masachs | Sué Gutiérrez Berciano ― Confrontando interpretaciones de ciudad: Oviedo, el perfil del pasado y Gijón ciudad que se incorpora al siglo XXI.

Carla Patrícia Silva Ribeiro ― António Ferro e a propaganda de um certo Portugal: Berna e Roma, 1950-1956.

Luís da Silva Fernandes ― Imagens e identidades na azulejaria em espaço público – o caso de Viseu (1926-1936).

Rui Miguel Almeida Maia ― Júlio e o modernismo: imagens de aquém e de além.

Secção 5 – Mundos de Transição | Sala de Reuniões 1

Moderador – Alice Lucas Semedo

Alice Lucas Semedo | Elisa Noronha | Inês Ferreira ― Na Transição entre os Séculos XX e XXI – Interseções e Sobreposições entre Educação e Criatividade nos Museus.

Duško Kuzovic | Mustafa Aziz M. Amen ― The effect of the binary space and society interaction in creating an actual context of understanding the traditional urban space.

Pedro Abrunhosa Pereira | Tony Silvino ― Achegas para uma romanização esquecida – o projecto de investigação sobre a ocupação humana em Pegarinhos (Alijó).

Susana Maria Rodrigues Cosme ― Monte Branco da Foz do Carvalho (São Marcos da Serra, Silves) 5 milénios de evolução histórica até à submersão na Barragem de Odelouca.

Secção 7 – Vias, Paisagem e Território | Anfiteatro Nobre

Moderador – Hugo Barreira

José Augusto de Sottomayor Pizarro ― Entre Inquirições e Obituários (sécs. XII-XVI). Testemunhos e Resgate de Memórias.

Antonieta Ferreira Reis Leite Porto ― Os caminhos na construção do território dos Açores.

António Manuel S. P. Silva | Manuela C. S. Ribeiro | Paulo André Lemos ― O sítio romano da Malafaia, um casal agrícola no vale de Arouca (Norte de Portugal).

Camila Miranda Feltrin ― The ephemeral permanence: Landscape transformation and the Independence Centenary Exposition.

Apresentação de pósters| Sala 203

Márcia Alexandra Santos Barros ― Arquitetura vernacular na Região Demarcada do Douro: expressões e representações.

Nuno Paulo Soares Ferreira ― A «Casa Portuguesa» na arquitetura habitacional do Porto na primeira metade do século XX.

Rui Miguel Fontes Ferreira ― Espaço e tempo: a utilização da cortiça na arquitetura popular portuguesa.

Maria Amélia da Silva Paiva ― A casa nobre no concelho de Ponte de Lima. Análise dos frontispícios: vivências e estratégias de afirmação.

Daniela Pereira Alves Ribeiro ― Territórios de produção energética e Património Paisagístico: A Bacia Carbonífera do Douro.

Gustavo Paulo Duarte e Vasconcelos ― Representações de Santos na Azulejaria de Fachada de Vila do Conde.

Anúncios